40 anos do disco The Royal Scam (Steely Dan)


Neste mês de maio de 2016, completam-se exatas 4 décadas de lançamento de "The Royal Scam", um dos melhores discos da banda Steely Dan, capitaneada com mão de ferro pelo duo Donald Fagen e Walter Becker. Lançado pelo selo ABC Records em maio de 1976 (e relançado pela MCA Records em 1979), o disco alcançou a décima-quinta posição na Billboard na época do lançamento, e também ganhou disco de ouro.

'The Royal Scam' contém alguns clássicos da banda, começando pela primeira faixa, 'Kid Charlemagne', a qual possui solo antológico e inesquecível de Mr. Larry Carlton. 'Don't Take Me Alive', 'Everything You Did'  e a faixa-título são as outras músicas que possuem solo do mestre Carlton'.

Falando ainda em seis-cordas: além de Larry Carlton, a lista de guitarristas que participaram deste disco é invejável:  Denny Dias, Elliott Randall, Dean Parks e, claro, o co-chefe Walter Becker, que faz um belo trabalho na faixa 'The Fez'.

Produzido por Gary Katz, o disco foi gravado com a cozinha altamente técnica de Chuck Rainey (baixo) e Bernard Purdie (bateria). Walter Beck também gravou baixo em algumas faixas e Rick Marotta também tocou bateria. Os teclados ficaram a cargo de Fagen, Don Grolnick, Paul Griffin, e Victor Feldman.

O clima de ironia e sarcasmo, e a incisiva crítica à sociedade fazem-se presentes novamente neste disco, cuja faixa-título relata o problemas dos imigrantes porto-riquenhos que vão para os Estados Unidos atrás do american dream, mas deparam-se com a discriminação e repulsa dos nativos.

Transparece também no álbum a famosa 'rixa' entre o grupo e a banda The Eagles. Na faixa 'Everything You Did', a banda é mencionada de maneira irônica. Em contrapartida, na famosa faixa 'Hotel California' lançada pouco tempo depois pelo The Eagles, há uma sutil citação à banda de Fagen/Backer ("They stab it with their steely knives but they just can't kill the beast"), o que só aumentou os rumores da rivalidade entre as bandas. Mas era só lenda. Timothy Schimdt, que gravou backing vocais neste disco, começou a trabalhar com The Eagles um tempo depois. E o produtor executivo de ambas as bandas era o mesmo (Irving Azoff).

Uma das minhas faixas prediletas, além é claro de 'Kid Charlemagne' é o reggae excêntrico 'Haitian Divorce', com o saboroso solo de talk box de Dean Parks.

O disco The Royal Scam antecede o álbum clássico absoluto, Aja, que foi lançado no ano seguinte, 1977. Mas aí, é outra história...


Comentários

Posts mais acessados