Letra e música

Às vezes, é frequente em uma discussão entre amigos e/ou músicos, e/ou musicistas, o assunto "letristas e letras de músicas".
Eu sempre falo que gosto de música. E ponto final. Música boa, bem-feita. Mas daí a discussão descamba para a importância das letras nas músicas.
E geralmente, alguns defendem que mais vale uma letra boa em uma música ruim (executada por uma banda ruim ou medíocre, quase sempre), do que uma música boa com uma letra ruim. Sem falar nas defesas das letras que versem sobre um ou outro assunto releante, etc. Ou seja, veementemente defendem que a letra é MUITO importante na música.
Quase sempre, nesse ponto da conversa, eu digo assim: Ah legal, então me diz, quais desses letristas você acha mais importante na história da música: Bach, Mozart ou Beethoven?
Ou ainda, o que acha das letras de Chopin, Brahms, Vivaldi e Wagner?
Daí, a pessoa vai com certeza argumentar: ah, mas você está falando de música clássica, erudita, instrumental, ou algum outro adjetivo.
Não. Eu estou falando de música. Simplesmente assim. Não é música pop, contemporânea, mas influenciou e influencia boa parte da música contemporânea, pop, rock, etc.

Comentários

Postagens mais visitadas