Os melhores discos de 2013


Vamos lá, muda o ano, e a gente tenta elencar o que de melhor foi lançado no ano anterior.
Da minha lista incrivelmente pessoal, selecionei alguns títulos que marcaram em 2013:


  • Guilherme Arantes - Condição Humana
  • Daft Punk - Random Access Memories
  • Lucas Arruda - Sambadi
  • Ben Harper & Charlie Musselwhite - Get Up!
  • Black Sabbath - 13 
  • Ed Motta - AOR
  • Eric Clapton - Old Sock
  • Peter Frampton - Best of FCA! 35
  • Winery Dogs - Winery Dogs
  • Alice In Chains - The Devil Put Dinosaurs Here
  • Deep Purple - Now What
  • Dream Theater - Dream Theater
  • John Mayer - Paradise Valley
  • Rush - Clockwork Angels Tour
  • Jimi Hendrix Experience - Miami Pop Festival
  • Earth, Wind & Fire - Now, Then & Forever 
  • The Aristocrats (2013) Culture Clash
  • Sound City - Real to Reel


Os 5 melhores:

Ed Motta - AOR: Ed Motta sempre se reinventa, descobre, aprende, e compartilha com o mundo suas descobertas. O disco AOR representa um passo a frente olhando pra trás, a música de rádio adulta dos anos 70/80. Disco perfeito.

Lucas Arruda - Sambadi: Sem palavras para descrever este lançamento, primeiro disco (de muitos que deverão vir) deste incrível e talentosíssimo músico e cantor!

Black Sabbath - 13: Um disco novo com cara de velho, que parece ter sido criado nos primórdios da banda. É quase como uma regressão, um disco arrastado, denso, pesado, e maravilhoso.

Eric Clapton - Old Sock: Mestre Clapton não precisa mais provar nada, faz o que gosta, e o que ele gosta de tocar é justamente o que a gente gosta de ouvir!

Deep Purple - Now What?!: O pessoal do Deep Purple, neste disco, parece prestar um tributo a Jon Lord, com ótimas canções e um clima sempre jovial, apesar dos membros estarem bem distantes da juventude. Som para cérebros adultos.

Peter Frampton - Best of FCA! 35: Não é um disco de estúdio, mas sim um apanhado do que rola nos shows do grande Peter Frampton. Clássicos e mais clássicos, aproveitando para relembrar o disco ao vivo Frampton Comes Alive, de 1976.




Comentários

Postagens mais visitadas