sábado, 12 de janeiro de 2013

As Esganadas - Jô Soares

Share it Please

Terminada a leitura, aproveitando as férias, do último romance de Jô Soares, As Esganadas.

Há muito um livro não me atraía pela leitura ágil, detalhes pormenorizados mas não chatos, personagens complexos mas não sonolentos, e trama burlesca mas não menos que ótima!

Jô em grande forma, usando da descrição do Rio de Janeiro da década de 30, época do Estado Novo, pouco antes da Segunda Guerra, o nazismo correndo solto na Europa.

A trama, basicamente policialesca, repletas de trocadilhos e humor inteligente característico de Jô Soares, conta sobre um psicopata dono de uma funerária, que busca freneticamente matar de forma brutal e horrível mocinhas 'acima do peso', o que no Livro gera o suspense do 'Caso das Esganadas'.

O enredo, prontinho para virar filme de grande bilheteria, possui personagens muito interessantes, como o português Tobias Esteves, encarnando uma espécie de Sherlock Holmes lusitano.

Escrita concisa, sem vícios de pedantismo literário nem vernáculos ultra difíceis, uma leitura agradável, amena e com várias tiradas e momentos engraçados.

Com certeza, o que mais me atraiu foram as descrições dos locais, das personalidades e dos acontecimentos da época retratada (1938) o que, aliada à ficção, confluiu numa história bem amarrada e aprazível.

Recomendo!

Marcelo Donati, 12 de janeiro de 2013.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Flickr

Blogroll

About