quarta-feira, 27 de junho de 2012

Pink Floyd e Porcupine Tree - influências mútuas?

Share it Please
Consideração nº 1: Porcupine Tree é uma banda inglesa de rock progressivo, psicodélico, também rotulada como space rock. Uma de suas principais influências sem dúvidas é a também banda inglesa Pink Floyd.

Consideração nº 2: O mundo da música é muto vasto e repleto de interpretações e significados. Plágios, influências, homenagens são palavras muito usadas em discussões quando uma música parece com outra. E aqui temos um caso no mínimo intrigante:

A banda Porcupine Tree, liderada pelo guitarrista, cantor e compositor Steven Wilson, lançou em 2000 um disco de músicas gravadas entre 1992 e 1993 chamado Voyage 34, um disco conceitual com apenas 4 faixas, nomeadas 'Phases'.

Pois bem, a faixa "Phase I" contém uma guitarra com delay cuja ideia é muito próxima do que Gilmour fez no disco The Wall, nas faixas Another Brick in the Wall Part I e Run Like Hell mais especificamente.
Ouçam a música do Porcupine abaixo, e tirem suas conclusões (é bom reouvir as músicas do Pink Floyd para comparar).



Já a faixa "Phase II" do mesmo disco do Porcupine Tree contém vários elementos (vozes, pessoas falando e progressões harmônicas) que a tornam muito parecida com 'Keep Talking' do disco Division Bell (capa ao lado). Só que o Pink Floyd lançou Division Bell em 1994, portanto se alguém quiser falar que alguém copiou ou se influenciou de algo foi Gilmour e cia.! Ouça Phase II (também recomendo ouvir novamente a faixa Keep Talking).




Não quero aqui dizer que uma banda copiou outra e vice-versa, ambas bandas são grandes e talentosas, só quero abrir espaço para discussão, e mostrar como a música é algo muito grande e difícil de 'catalogar' e entender.
Plágios e afins acontecem mesmo, mas muitas vezes o que há é apenas influência inconsciente e em outras tantas vezes é apenas uma mera coincidência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Flickr

Blogroll

About